RÁDIO PALÁCIO - Rede Movimento de Rádios 24h

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

A fortuna de Lula segundo a revista Forbes e mais bombas

As fontes das matérias transcritas abaixo:
  • alertatotal.blogspot.com/ Por Jorge Serrão
  • Trecho do artigo de Giulio Sanmartini
  • http://o-mascate.blogspot.com/2011/12/ate-sitio-cara-palida.html
  • http://regis-dias.blogspot.com/2012/01/crescimento-meteorico-do-patrimonio-de.html
Informamos, também, que a capa da Forbes com a foto de Lula e circula pela internet é uma montagem.
Esta sim foi alguma brincadeira que alguém postou e se tornou viral.
Como é recomendado no final deste post, façam buscas e tirem suas próprias conclusões. O crescimento financeiro vertiginoso de Lula é notório. Resta-nos saber a quanto chegou realmente.
A Receita Federal nunca questionou. Por que será?
No final deste post também coloco a lista dos milionários do Brasil. Lembro que são aqueles que declaram o que possuem, claro!
Corruptos sempre possuem milhares de vezes mais do que declaram.


_________________________________________________
A censura já funciona. Esta é a razão da dificuldade de pesquisa sobre este grave tema.
 
quarta-feira, 6 de dezembro de 2006
2006 - Dossiê norte-americano adverte que Lula fará “populismo socialista” para conquistar a reeleição por mais 6 anos
Fonte: alertatotal.blogspot.com/
Por Jorge Serrão



A fortuna do Lula
A pobreza deste homem que não sabia e nem sabe de  nada...
Por Giulio  Sanmartini
Sobre o  novo mimo que Lula está adquirindo para seu lazer, Cláudio Humberto escreve o seguinte. 'A casa  comprada por Lula junto à cooperativa habitacional  Bancoop, no Guarujá (SP), fica no condomínio Iporanga, onde veraneiam o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça) e  a viúva do ex-ministro de FHC Sérgio Motta. Não  custam menos de R$ 2 milhões, cada. O presidente  e a mulher, d. Marisa, passaram boa parte das férias do verão  passado na casa de Bastos, nesse condomínio de classe alta,  quando decidiram comprar o imóvel '.
Lula,  vamos  dizer assim,  'trabalhou' 22 anos e foi aposentado por ter estado  um dia inteiro como preso  político. Recebe  do Instituto de Previdência o valor liquido MENSAL de R$  6.956,40.
Um  simples mortal  HONESTO que como ele não foi  funcionário público, terá que trabalhar 35 anos para  aposentar-se e receberá o benefício máximo pago hoje pela  Previdência  de R$ 2.894,28...
Trecho do artigo de Giulio  Sanmartini
 
"...O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes em R$ 2 bilhões de dólares."  
Este é apenas um trecho do texto a seguir.
IMPORTANTE: Dados de 2006. Em 2011 este número já recebeu muitos e muitos zeros.


Texto publicado em 2006.
Vejamos o que se cumpriu.



Exclusivo - Um organismo, sediado em Washington, que estuda e monitora a realidade da América Latina, enviou ao Senado brasileiro um documento em que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do presidente Lula da Silva, rumo a um “populismo socialista”. O estudo adverte que Lula pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus eleitores de baixa renda. Segundo o dossiê, a intenção de Lula é consolidar seu poder de voto para uma futura reforma política que vai autorizar, a partir de 2008, a reeleição para um mandato de mais seis anos.
O documento assinala que Lula prepara um dos maiores movimentos de reestruturação econômica, voltado para as classes populares, dentro do projeto de longevidade no poder. Segundo o estudo, os EUA estariam muito preocupados com este tipo de populismo no Brasil, que é um País continental e onde o povo é submisso, sem cultura e informação para avaliar as conseqüências políticas deste movimento rumo ao socialismo. O plano de Lula é comparado ao do venezuelano Hugo Chávez. Segundo o estudo, conta com o apoio de grandes investidores europeus.
O dossiê, vindo dos EUA com a classificação “confidencial”, foi analisado segunda-feira, com toda cautela, em uma reunião fechada, do Colégio de Líderes do Senado. Alguns parlamentares o viram com ceticismo. Outros senadores chamaram a atenção para fatos objetivos já em andamento. Um dos principais pontos do estudo alerta para uma especulação de mercado sobre a adoção de um novo pacote econômico, até o fim do ano, assim que fosse proclamada a vitória eleitoral de Lula. Aliás, o dossiê chama a atenção para os problemas na aprovação das contas da campanha presidencial de Lula.
Curiosamente, segundo observou um senador, os norte-americanos anteciparam o parecer de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral, que constataram "irregularidades insanáveis" na prestação de contas da campanha à reeleição. O PT recebeu R$ 10 milhões de empresas que têm concessões de serviços públicos, o que a lei proíbe. O problema ameaça a diplomação do presidente Lula, marcada para dia 14 deste mês. As contas serão julgadas dia 12. O presidente do TSE, Marco Aurélio de Mello, chegou a admitir até o adiamento da posse do segundo mandato, em 1° de janeiro. O advogado do PT no TSE promete entregar hoje ao TSE uma declaração retificadora das contas da campanha, para tentar resolver o problema.
O estudo norte-americano adverte para a possibilidade de um confisco tributário em fundos e em poupanças acima de R$ 50 ou 60 mil reais. Nos dois casos, o dinheiro só poderia ser movimentado de seis em seis meses, sob risco de remuneração quase nula. Os fundos seriam tributados em 35% dos ganhos. Segundo o documento, o Banco Central do Brasil tem um levantamento completo sobre os investimentos feitos por 36 milhões de pessoas, entre brasileiros e estrangeiros.
Uma das propostas em estudo no governo é que os fundos de pensão redirecionem R$ 80 bilhões, aplicados em títulos públicos, para investimento direto em empresas e projetos de infra-estrutura. A baixa rentabilidade da renda fixa, com os cortes de juros na taxa selic, obrigaria os fundos a buscarem opções mais rentáveis para aplicar a maior parte dos R$ 190 bilhões mantidos em títulos públicos de seus ativos totais, estimados em R$ 350 bilhões. Assim, os fundos multimercado seriam grande cartada dos investidores para 2007.
O dinheiro seria usado para ampliar programas de compensação de renda (como o bolsa família), que se mostraram eficazes armas eleitorais. Lula também quer direcionar tal dinheiro dos fundos para áreas populares, investindo em infra-estrutura – setor de baixo risco, rentabilidade moderada e que gera caixa para as empresas, emprego e renda em longo prazo. O governo também quer investir pesado no segmento de moradias populares. Segundo dados oficiais, mais de 90% do gigantesco déficit habitacional de 7 milhões e 800 mil residências está na faixa de famílias com renda de até cinco salários mínimos.
No cenário desenhado pelos norte-americanos, uma coisa é certa. O governo vai criar por Medida Provisória um fundo para obras de infra-estrutura com recursos do FGTS. A novidade ruim é que o risco do investimento ficará com o trabalhador. Os trabalhadores poderão investir até 20% dos saldos de suas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço na construção de rodovias, ferrovias e portos, além de obras nos setores de saneamento básico e energia elétrica. O novo fundo será chamado de FI-FGTS. Terá orçamento inicial de R$ 5 bilhões, originários do patrimônio líquido do FGTS.

Fortuna do Lula

O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes em R$ 2 bilhões de dólares.
O presidente estaria usando tal fortuna para comprar televisões a cabo, a fim de formar uma rede de comunicação com o filho Lulinha, que estaria administrando uma fortuna pessoal de R$ 900 milhões.
Lula espera comprar uma rede de televisão, para preparar uma rede pessoal de divulgação para sustentar o trabalho de comunicação do governo petista.
 
Bolsa Carro?

Além do plano para os fundos, os norte-americanos revelam que Lula fechou acordo com uma companhia chinesa para financiar carros populares pela bagatela de R$ 5 mil reais.
Os carros seriam subsidiados com financiamentos do BNDES, no prazo de 60 meses.
Os veículos seriam de passeio e mini-vans para transporte de mercadorias.
Outra idéia seria reduzir impostos para aparelhos de consumo mais populares, e aumentar ainda mais a carga tributária para bens não populares, como automóveis de luxo.

Comissários do Povo?

Um dos pontos mais polêmicos revelados pelos norte-americanos é que o governo Lula quer patrocinar um projeto de segurança voltado para a organização de milícias de bairros.
As milícias foram uma idéia copiada da Venezuela.
Na terra de Hugo Chávez, o síndico de bairro tem poderes de um xerife.
O modelo lembra os velhos “comissariados do povo”, da extinta (porém mais viva que nunca na cabeça dos petistas) União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.


Lula comprando jornalistas amestrados?

No estudo noste-americano, foi identificada a preocupação do presidente em manter várias redes de televisão sob seu controle.
Segundo o dossiê, o presidente estaria pagando “por fora” para jornalistas famosos, de grandes redes de tevê e jornais, especialmente escalados para analisar a notícia de uma maneira não contundente ao governo petista.
O estudo também adverte que o presidente estaria comprando a oposição com ameaças de denunciar as mazelas dos opositores.

Porrada no Jornalismo

A reportagem da Folha foi agredida no domingo por um segurança da Presidência da República que acompanhava a primeira-dama, Marisa Letícia, em evento que arrecadava brinquedos, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.
O repórter-fotográfico da Folha Lula Marques foi barrado pelo segurança, que o agrediu com socos e agarrões e quebrou seu flash.
O repórter da Folha Eduardo Scolese tentou separá-los, mas foi empurrado e teve seu gravador lançado ao chão.

Comentário pertinente

Roxane Andrade, mulher do jornalista e filósofo Olavo de Carvalho, decidiu enviar uma cartinha curta e objetiva para o Diretor de Redação da Folha de São Paulo, Otávio Frias Filho, lembrando que seu marido já alertara sobre a violência prevista contra os jornalistas há muito tempo:

“Caro Otávio Frias Filho, há 10 anos, quando o Sr. disse que Olavo de Carvalho estava "açoitando cavalo morto" ele respondeu com firmeza e alertou, pediu, implorou, brigou, escreveu inúmeros artigos para que o senhor e outros donos de jornais se conscientizassem de que o país estava correndo um sério risco de cair nas mãos de um regime autoritário de esquerda. Ninguém acreditou. Por isso, tomo a liberdade de afirmar, sem medo de errar, que os donos de jornais também são todos responsáveis pelo que está acontecendo no Brasil. Poderiam ter mudado o rumo da história. Não mudaram porque não quiseram. Uma pena! O Brasil poderia estar sendo hoje um exemplo para a América Latina. Essa agressão toda é somente o começo. Aguardem o pior. Saudações, Roxane Andrade”.

Jornalismo colaborativo

Não! Não é o jornalismo praticado pelas empresas de comunicação para puxar saco e tomar grana do governo.
Mas sim um conceito de jornalismo com a participação do conteúdo enviado pelos internautas.

Problema das contas

A campanha de Lula da Silva recebeu R$ 10 milhões que se encaixam nas "doações vedadas" pela lei eleitoral.
Os recursos são provenientes, em sua maioria, de empresas que exploram concessões públicas, direta ou indiretamente.
Além disso, não há prestação de contas de R$ 10 milhões e 200 mil, cerca de 10% do total arrecadado.
O comitê alegou que a maior parte se refere a dívidas deixadas pela campanha e assumidas pelo PT e apresentou as notas fiscais correspondentes.

Arrecadação ilegal
A campanha petista arrecadou recursos ilegalmente após a divulgação do resultado das eleições.
O parecer afirma que a lei permite arrecadação após a eleição para despesas contraídas até o dia do pleito e não quitadas.
Mas os técnicos constataram que, após a eleição, a arrecadação superou o pagamento de despesas em R$ 27 milhões e 900 mil.
Só das grandes empresas a campanha ganhou R$ 16 milhões e 500 mil.

Quem lucra com Lula

 O lucro dos bancos dobrou nos quatro anos de governo do PT.
Os bancos ganharam nos últimos quatro anos mais do que em oito anos do governo anterior, o de FHC, que também foi um paraíso para os banqueiros, com juros altíssimos.
O mais recente levantamento divulgado pelo Banco Central confirma:
Os lucros dos 50 maiores bancos brasileiros, acumulados em nove meses, até setembro, atingiram R$ 23 bilhões e 400 milhões.
A soma equivale a praticamente o dobro do que foi registrado nos primeiros nove meses do governo Lula, em 2003, de R$ 12 bilhões e 700 milhões.
Em relação ao acumulado até setembro de 2005, aumento do lucro dos bancos foi de 21,2%.

Motivo dos lucros

O desempenho recorde deve-se à expansão do crédito ao varejo, aos spreads elevados, ao aumento das receitas com serviços à maior eficiência, obtida com corte de custos e investimentos em tecnologia.
Considerando apenas os ganhos do trimestre, os resultados acumulados foram um pouco inferiores aos do terceiro trimestre de 2005: R$ 6 bilhões, ante R$ 6 bilhões e 900 milhões, no ano passado.
Mas tal queda é uma ilusão contábil, pois ocorreu porque Bradesco, Itaú e Unibanco decidiram deduzir dos lucros os ágios pagos por aquisições recentes de outros bancos.
A antecipação do lançamento contábil dos ágios significa que no último trimestre deste ano os ganhos dos bancos devem ser espetaculares.
________________________________________________________________
A censura já funciona
Por Celso Brasil 


Basta dar busca na internet e tentar encontrar vídeos ou artigos relacionados a este delicado e grave tema.
Sugiro que você não fique por aqui. Após ler todo este post, busque mais informações. Pesquise, publique, repasse e ajude a acabar com este medo que a própria população alimenta graças a esta censura, que funciona através de ameaças e casos de brasileiros que se opuseram e hoje vivem no exterior para preservarem suas vidas e da família.
Isso é democracia?
Isso é Ordem e Progresso?

A cegueira que nos foi imposta não permite enxergar a grande força que temos. Somente o povo tem o poder. Qualquer outra visão é falsa!
Todo o conteúdo desta publicação foi transcrito das fontes mencionadas.
  









Veja também: Lula, (o criminoso) do Brasil http://palaciodamariajoana.blogspot.com/2011/12/lula-o-criminoso-do-brasil-comprovado.html

domingo, 1 de janeiro de 2012 - Blog do Regis


Crescimento vertiginoso do patrimônio de Lulla
http://regis-dias.blogspot.com/2012/01/crescimento-meteorico-do-patrimonio-de.html#comment-form

Como o brasileiro é um povo bastante esquecido e ainda existem muitas pessoas que adoram o maior ladrão, corrupto e demagogo que já passou pelo Planalto, Lulla Ali Babá da Silva, resolvi, em minha primeira postagem do ano, relembrar o que ele tinha em 2002 e o que tem agora. Aí sim poderemos entender como os ministros multiplicam seu patrimônio em dezenas de vezes.
Em 2002, ao assumir a prefidenfia, Lulla vivia em São Bernardo do Campo, em uma casa "emprestada" de propriedade do empresário PTralha Roberto Teixeira. Aliás, não é demais lembrar que Teixeira teve uma rumorosa participação no caso da venda da Varig e na liquidação do plano de previdência dos funcionários da empresa, o Aerus, no maior estelionato promovido pelo governo Brasileiro. Aliás, a história da Varig daria um livro, afinal Lula quebrou a empresa propositalmente, já que o Governo Federal devia mais à Varig que a soma de todas as suas dívidas e, curiosamente, a Varig não quis contribuir para a campanha do ladrão mor.
Voltando a Lulla, nesta época suas contas eram "pagas" por Paulo Okamoto, que depois foi nomeado presidente do Sebrae. É a lei do toma lá dá cá. Mas o fato é que, ao menos oficialmente, Lulla não tinha nem onde morar quando assumiu o "pudê".
Em 2006 a revista Forbes informou ao mundo que Lulla tinha uma fortuna estimada em 2 bilhões de dólares e seu filho Lullinha uma de 900 milhões de dólares. Isso sim é que é crescimento meteórico de patrimônio!!!
Hoje Lulla tem apartamentos no Guarujá e em São Bernardo, além de um sítio em Atibaia. Não consegui levantar o valor desses bens, mas garanto que baixos não são. Não se sabe exatamente onde ele guardou os 17 caminhões cheios de objetos que ele amealhou enqualto foi presidente. Seriam objetos dele mesmo ou seriam propriedade do governo que ele se apropriou ilegalmente? Ninguém se atreveu a perguntar isso, mas eu me atrevo.
Não custa lembrar que o filho dele se tornou mega empresário, em uma não menos meteórica ascenção. Saiu de monitor de zoológico ganhando R$ 1.500 mensais para sócio de várias empresas, entre elas a Telemar, que recebeu um rumoroso "impréxtimo" de R$ 5 milhões do... governo do papai!!! Sem contar que ele comprou uma fazenda de nada menos que R$ 47 milhões em Valparaíso, no noroeste paulista. Alguns dizem ainda que ele é sócio da Oi, mas não consegui apurar a veracidade da informação. Mas se for, se explica o por quê de essa empresa ser tão incompetente (já me incomodei muito com a Oi, que é a única fornecedora de internet em minha cidade, além da internet via rádio, que consegue ser pior. No dia em que a GVT chegar em São Chico, darei tchau para a Oi; não resisti ao trocadilho).
Em 8 anos de (des)governo, a primeira dama (dama?) Marisca Lentilha, ops, Marisa Letícia nada fez, nem uma obra social, nem uma participação relevante em nada. Mas ela será sempre lembrada pelo dinheiro que gastou indevidamente nos cartões corporativos e pelas inúmeras plásticas que fez e que a fizeram ficar ainda pior que antes, com cara de china (quem for do Rio Grande do Sul vai entender o que eu quero dizer com "cara de china").
O pessoal do blog "O Mascate" lembrou oportunamente que ela também requereu a cidadania italiana a ela e seus filhos, e numa entrevista infeliz disse que era "para proporcionar um futuro melhor a seus filhos". Como bem disse o articulista, em vez de trabalhar pelo bem do país, coisa que ela nunca pensou em fazer, preferiu uma cidadania estrangeira para assegurar o futuro dos filhos. Claro que ela deve ter pensado nisso, caso um dia a maré mude e eles sejam responsabilizados por todas as falcatruas que fizeram enquanto estavam no "pudê". Mas em se tratando de Brasil, isso é altamente improvável. Entretanto, tendo-se em consideração que isso ocorreu no auge do Mensallão, ela devia estar realmente preocupada, mas o nobre FHC salvou Lulla do impeachment, como todos sabemos, ao não autorizar o PSDB a abrir o processo de impeachment. Tudo farinha do mesmo saco. A Itália bem que poderia ter cassado a cidadania deles quando o Lulla livrou o assassino terrorista comunista Battisti dos cárceres italianos, lhe dando asilo no Brasil...
Isso sim que é enriquecimento rápido, não?
Com tudo isso, uma grande quantidade de brasileiros idiotas votaram na Dillma, a tartaruga no poste indicada pelo Ali Babá e que não teve sequer um adversário com coragem de ser "politicamente incorreto" e desmascarar os crimes cometidos por essa marionete.
Com a palavra, os PTralhas... Defendam seu fuhrer tupiniquim, se forem capazes.

p.s.: um dia desses terei a paciência de relacionar os escândalos dos 8 anos de Ali Babá Lulla da Silva e os da Dilma Rionete Rousseff. Serão necessárias várias páginas...
___________________________________________________________
Relação dos milionários brasileiros - Revista Exame


Arnaldo Jabor dá a receita contra a corrupção

Arnaldo Jabor dá a receita contra a corrupção.
Um vídeo que precisa ser compartilhado em toda rede.
Como combater o bando e promover o medo dos corruptos para amenizar o absurdo da corrupção generalizada. A herança maldita de Lula.

domingo, 20 de novembro de 2011

Todas evidências históricas mostram a chegada do caos

Todas evidências históricas mostram
a chegada do caos
Sempre me pergunto como seres dotados de cérebro
não conseguem ver, entender e assimilar o que
esta lição ensina.
É uma realidade que somente olhos e ouvidos
muito bem fechados não conseguem captar.
Como conseguiram manipular o cérebro de milhões?
Agora teremos uma inovação tecnológica que os 
assassinos do passado não dispunham. Em pouco
tempo estaremos portando um chip que controlará
todos os nossos passos. Primeiramente no documento
de identidade (de porte obrigatório) e, posteriormente,
o mesmo será implantado no corpo de cada cidadão.
Sugiro pesquisarem sobre este assunto específico na internet. 

Somente para adiantar - o governo brasileiro já prepara e está anunciando,
publicamente, esta ação.
Celso Brasil


PT / Comunismo / Socialismo
“Por mais que o macaco se esconda, sempre aparece o rabo!”
Ha décadas tentam esconder a verdade, mais um dia ela vem à tona, o vídeo abaixo mostra a 
verdadeira historia do Socialismo/Comunismo. Apos assistir este vídeo você terá a certeza que
o PT - Partido dos Trabalhadores vem a muito tempo lhe usando e enganando.
A sugestão é que o vídeo seja assistido com sua família reunida.
O vídeo é longo, pois longas são as barbarias cometidas.
Caso queira assistir depois, não deixe de ler as informações abaixo. 

Mas não deixe de assistí-lo, se possível, com a família reunida.

" O PT - e seu chefe, Lula, obedecem à ideologia comunista que visa a tomada e 
perpetuação no poder a qualquer custo."
_______________________________________________________________

PT / Comunismo / Socialismo
PT_Comunista Comunismo 

O Comunismo / Socialismo é um sistema econômico que nega a propriedade privada 
dos meios de produção. Num sistema comunista os meios de produção são de propriedade 
comum a todos os cidadãos e são controlados por seus trabalhadores. Sob tal sistema, 
o Estado não tem necessidade de existir e é extinto.
Em realidade o que sempre ocorre em todos os países tomados por comunistas é 
uma implacável ditadura baseada no terror. com prisão ou execução para todo cidadão 
que não se ajoelhe ante o Estado. Não existe - nem pode existir -comunismo 'bonzinho', 
humanitário. Este uma pseudo-ideologia baseada em falsa visão da natureza humana.
Stálin, Lenin, Mao, Castro foram responsáveis por mais de 100 milhôes de homicídios 
e a escravização de seus povos.
Chávez, Evo Morales e Lula se encaminham inevitavelmente para feitos similares.
O Partido dos Trabalhadores - o PT - e seu chefe, Lula, obedecem à ideologia comunista    
que visa a tomada e perpetuação no poder a qualquer custo."

Alguns Comunistas / Socialistas
AssassinoFidel Castro - Assassino de 17.000 mil pessoas, isso
excluindo as possíveis mortes em masmorras. Sendo a
população cubana de 11 milhões de habitantes,
pode-se dizer que, a cada 1.000 pessoas, mais de
uma foram mortas pelo suposto governo totalitarista de Cuba.
Companheiro de Luiz Inácio Lula da Silva. (FATO)
       
Leia mais em: http://www.lepanto.com.br/Fidel
AssassinoMao Tsé-tung - Assassino de 60.000.000 milhões de pessoas,
nada mais a declarar, exeto que o Sr.Luiz Inácio Lula da Silva enviou
uma comitiva para China para estudar os "Direitos-Humanos na China".
Desde quanto existe direitos-humanos naquela terra?
Luiz Inácio Lula da Silva envia comitiva à China para estudar métodos de Mao.  
(FATO)
  
AssassinoHugo Chávez - Assassino de 100.000 mil em 8 anos de governo, ele já
está com a campanha "seja comunista ou morra".
Companheiro de Luiz Inácio Lula da Silva. (FATO)
AssassinoChe Guevara - Assassino(psicopata) de 17.000 mil pessoas, covarde,
terrorista e cruel. Matou mulheres, jovens e até seus proprios "companheiros".


Ídolo de Luiz Inácio Lula da Silva. (FATO)

Leia mais em:  http://www.doutrina.linear.nom.br/historia
AssassinoJosef Stalin - Assassino de 20.000.000 milhões de pessoas, executados,
mortos por fome, privações e deportados para Siberia. Criou a fome-genocídio 
na Ucrânia (Holodomor), em 1932-1933. Esta fome foi imposta ao povo 
ucraniano pelo regime soviético, tendo causado um mínimo de 4,5 milhões
de mortes na Ucrânia, além de 3 milhões de vítimas noutras regiões da U.R.S.S
Luiz Inácio Lula da Silva segue a cartilha de Stalin.(FATO)
  
AssassinoVocê!? - Sim, continuar apoiando Lula e o PT significa apoiar ao horror, a involução
humana, é apoiar aos assassinos que eles veneram. Seu filho já esta aprendendo na
escola publica que Stalin, Mao, Che eram "companheiros" que lutavam por seus ideais...
Fingir que nada está acontecendo, é negar os FATOS e condenar o Brasil a miséria
perpétua.


     (clique na foto)


sábado, 19 de novembro de 2011

Não existe propriedade privada no regime totalitário

Entre as características de um governo totalitário existe o fato de ser comunista ou socialista.
Não há liberdade de imprensa e propriedade privada.
Beneficiam-se apenas os coniventes, ou seja, aqueles que jogam o jogo do podre poder, sem se opor.
Não existe punição para os coniventes. 
A inversão de valores predomina e a família não é respeitada.

Vejamos em que estágio o Brasil se encontra na implantação deste modelo falido em todo o mundo:
Censura
Várias tentativas de "regulamentar" a imprensa e toda comunicação já foram feitas, incluindo-se a internet, é claro! Afinal, é a mais poderosa arma do momento, no que diz respeito a derrubar sistemas deteriorados pelo abuso e corrupção.
A promessa desta "regulamentação" continua firme.
Liberdade de ação para trangressores coniventes
Seja corrupto, assassino ou qualquer outro transgressor da lei - Não existe punição, desde que este pertença ao bando que compõe o poder.
A impunidade torna-se tão comum que o povo passa a ter um comportamento de apatia. Cria-se uma cultura de inversão de valores, o que reflete diretamente no comportamento da sociedade.
Políticos corruptos nunca são condenados. O máximo que pode acontecer é seu afastamento do cargo, recebendo outro em seguida.
Esta rotina é apenas inicial. Depois que o sistema estiver totalmente implantado, o órgão de imprensa denunciante é simplesmente fechado e todos os seus arquivos são destruídos. O mesmo ocorre com entidades ou grupos que, simplesmente, desaparecem.
O fim da propriedade privada
As pessoas que possuem chácaras ou terras, poderão perder tudo, já que as mesmas tem alta possibilidade de serem consideradas improdutivas, por não haver provas de produção agrícola nas mesmas.
No que diz respeito a inexistência da propriedade privada, o processo já está sendo implantado no Brasil.
Todas as implantações começaram assim até atingirem os níveis "ideais", no conceito comunistóide.
A agravante é que, uma propriedade construída com suor da família e muita história de sacrificio, acaba indo para as mãos de oportunistas travestidos de sem terra que, na verdade, são baderneiros terroristas. Pessoas que buscam tudo da forma mais fácil e, nada mais cômodo do que contar com o apoio dos governantes, já que rezam a mesma podre cartilha.
Chácaras e sítios de muitas famílias poderão ser simplesmente confiscados.
O governo confisca sua propriedade. Porque é sua e, na regra geral da nversão de valores, deve pertencer a quem nada fez para merecê-la.
Celso Brasil

Agora veja, em vídeo, mais uma herança maldita daquele que iniciou a implantação deste sistema em nosso país.


As pessoas que possuem chácaras ou terras, poderão perder tudo, já que as mesmas tem alta possibilidade de serem consideradas improdutivas, por não haver provas de produção agrícola nas mesmas. Você que sonha, que quando seus pais morrerem, você vai ficar com um pedaço de terra, diga adeus para a sua terra. Você que comprou um pedaço de terra, e acha que aquilo vai ficar de herança para seus filhos, esqueça - É bem provável que fique tudo para Governo.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Carta de Fidel a Hugo Chavez e Lula

Áudio e texto completo abaixo.
As instruções de Fidel foram cumpridas em todas as fases deste governo que implantou a corrupção generalizada no país. Podemos prever os próximos passos e, brevemente, teremos a implantação completa, incluindo a censura total da imprensa e nossa perda de liberdade, caso não haja uma reação efetiva do povo e das Forças Armadas que tudo assiste, consciente, mas calada.
O narcotráfico, peça fundamental neste processo, já está em ação e muito bem organizado. Não vemos o mesmo nas únicas forças que podem nos tirar desta grave situação!
Onde estão as ações?
Estamos condenados a viver todo este terror que se projeta para muito breve?

Celso Brasil
______________________________________________________________________________
  
10 de Mayo, 2007
Programa de Radio Caracas Radio, Plomo Parejo, Dirigido por Iván Ballesteros.
Texto completo da carta traduzido abaixo.
En esta emisión el señor Ballesteros lee una carta que le envió fidel castro a hugo chavez hace varios años.




Carta de Fidel Castro a Hugo Chávez (2005)

Carta de Fidel Castro para Chavez, e tambem enviada a Lula.
Veja abaixo, pela curiosidade. Transcrição exata da tradução para o português do documento enviado por Fidel Castro ao Presidente Hugo Cháves, da Venezuela, o qual esquematiza em linhas gerais as três etapas a seguir (a primeira já cumprida, a segunda em vias de), a fim de implantar de vez um regime comunista na Venezuela.
“PRIMEIRA ETAPA. Os pobres são maioria e têm pouca memória. Injeta-lhes esperança e acusa o passado, à Democracia de todos os seus males. Mantém-te em linha permanente com teu povo. Identifica-te com eles. Teu verbo tem de ser simples; isso lhes chega muito bem, pois tens o tempero que faz falta . Emociona-os, leva-os em consideração. Aprende a manipular a ignorância . O verbo deve ser inflamado, de autoridade e poder; não te preocupes com os ricos e a classe média, [pois] não são mais que 80% de pobres o que tu necessitas . Os ricos saem correndo se lhes fazes "Buu!!!"
Os católicos adoram menções da Bíblia ou de Cristo. Os católicos, em que pese ser a grande maioria na Venezuela, não fazem nada. Rezar, sem ações, não vão chegar a parte alguma; são uns bobalhões. Enquanto a igreja está adormecida, aproveita. Quando decidirem mover-se, já estarás instalado. Lembra que a igreja é "escorregadia". Segue fustigando.
Os católicos sem liderança não são ninguém. Nenhum padreco vai reagir. Há dois ou três que querem rebelar-se, porém seus superiores os encurralam. Se vês um sacerdote católico alvoroçado, compra-o, chama-o, ganha-o para ti; se o povo cristão se te rebela, esse será teu último dia... porém, dificilmente esse dia virá. Os judeus na Venezuela não contam, os Evangélicos são uns pobres coitados e as demais religiões para que nomeá-las? Cita o Cristo, sempre, fala em seu nome, lembra que isto a mim me deu excelentes resultados.
Inclui bandeiras e Simón Bolívar quando possas. Gera um novo nacionalismo. Desperta o ódio, divide os venezuelanos.
Esta etapa te dará bons dividendos... Se eliminarão uns aos outros, a violência te ajudará também a instalar-te mais tarde à força. Entretanto, fale-lhes de Democracia . Tens dinheiro, compra a fidelidade enquanto cumpres os teus objetivos. Quando consegues o que queres se se opõem ou te aconselham, despreza-os. Envia-os a embaixadas, dálhes dinheiro para que se calem ou tira-os do país para que a imprensa não os utilize. Os que se oponham "planta-lhes" delitos; isso desqualifica para sempre. Por todos os meios mantém maioria na Assembléia . Mantém a teu lado no mínimo a Procuradoria e o Tribunal. Compre todos os militares com comando de tropa e equipamentos . Põe-os onde há bastante dinheiro. Compra banqueiros. Grandes comerciantes e construtores . Dá-lhes contratos, trabalhos e facilidades para esta primeira etapa.
SEGUNDA ETAPA. Para a segunda etapa tens que haver formado Comitês de Defesa da Revolução que os podes chamar de "Bolivarianos". Faz trabalho comunitário com eles para que te defendam agradecidos. Paga-lhes para que sigam teus alinhamentos (marchas, concentrações). Dos comitês seleciona os mais agressivos para uma força de choque armada que podem necessitar se a coisa se põe difícil. Controla a Polícia, destrói-a. Ponha-na à tua disposição. Na segunda etapa tens que aprofundar a visão da Revolução. Deve-se mencionar muito a palavra revolução. Isto emociona os pobres.
Aqui tens que fraturar as uniões de trabalhadores e de empresários que podem fazer oposição. Aqui temos que
conseguir com que os trabalhadores estejam filiados a uma central paralela. Com dinheiro se consegue. Do mesmo modo, tens que armar uma central de empresários paralela. Ataca os empresários. Acusa-os de famintos, fascistas e particularmente acusa-os de golpistas; faz-te de fraco.
A mente dos homens se situa no mais fraco e na injustiça. Se não o podes comprá-los, fecha os meios de comunicação radial, imprenssa e televisões. Tua empresa de petróleo é quem te produz o dinheiro do projeto. Põe uma Junta Diretora Revolucionária. Demite os técnicos e acaba com essa chamada meritocracia.
TERCEIRA ETAPA. Se tens tudo nesta etapa podes seguir para a terceira. Na terceira etapa podes violar a Constituição porque ninguém vai te impedir. Ordena invasões. Distribui armas, drogas e dinheiro. Acusa-os de espiões e corruptos.
Desprestigia-os. Prende muitos jornalistas, empresários, líderes trabalhistas . Os demais escaparão do país ou serão punidos.
Reestrutura o Gabinete. Aqui podes desfazer-te de teus colaboradores. A alguns podes premiá-los e outros desprezálos pois já não há oposição. Tens que pôr camaradas. Estabelece o chamado constitucionalmente . Estado de Exceção; Suspende garantias. Lança o toque de recolher. Apura-te, olha se o povo te está achando excelente. Fecha todos os meios de comunicação. Destrói Prefeitos e Governadores da oposição.
Anuncia a reestruturação de todas as áreas do Estado e a elaboração de uma nova Constituição. Forma um Conselho de Governo com 500 membros. No Conselho Assessor do Governo estarei eu. Há que fuzilar os opositores que não aprendem. Isso é a única coisa que os silencia e é mais econômico.
Nunca deixes que se organizem, nem deixes que conheçam tuas intenções. Seremos respeitados novamente com o Marxismo-Leninismo. Brasil, Equador, Venezuela e Cuba a passos indestrutíveis. Se vejo que não tens colhões, recolho todo o meu pessoal; podem me matar os militares, quando se te ergam, se não me fazes caso.
Que estás esperando, Hugo?

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Conivência declarada abertamente. A herança maldita.

Blindagem é a estratégia petista e agora usam dos instrumentos burocráticos para que não aconteça CPIs. O povo vê e nada faz.
A população brasileira entrou em estado de letargia, perdeu o patriotismo e o orgulho de ser brasileiro?
Todos os movimentos se dizem apartidários, obedecendo uma estratégia dos infiltrados em cada grupo e desta forma não se fala em nomes de partidos.
Oras, ser apartidário e não poder denunciar?
A câmara posicionada abertamente como conivente!
A herança maldita de Lula.
Celso Brasil

Marco Maia recorre à burocracia e barra instalação de todas as CPIs na Câmara

Denise Madueño, BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo
Sem alarde, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), tem tomado decisões, em seus nove meses do mandato, que esvaziam o poder constitucional dos deputados de fiscalizar as ações do governo. Ele não permitiu a instalação de nenhuma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e vem dificultando as iniciativas de investigação das comissões e a busca de informações dos parlamentares junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), órgão auxiliar da Câmara responsável por auditorias em programas e gastos públicos.
 - Beto Barata/AE
Beto Barata/AE
Ao retirar prerrogativas dos parlamentares, Maia beneficia diretamente o governo. As CPIs são instrumentos de investigação parlamentar com poderes de quebrar sigilos fiscais, telefônicos e convocar qualquer pessoa. Por isso, o Executivo, que nem sempre consegue controlar os trabalhos das comissões, sempre viu as CPIs com desconfiança, como uma “arma perigosa” nas mãos dos parlamentares.
A estratégia de Maia levou a um significativo recorde na história do Legislativo: esta é a primeira vez, nos últimos 36 anos, que não há uma única CPI funcionando na Câmara no início de um período legislativo. Os precedentes apontam exatamente o contrário. Desde 1975, os deputados começaram seus trabalhos com propostas de investigação. A explicação é que Maia, de forma unilateral, barrou os sete requerimentos já protocolados na Casa desde fevereiro passado, quando os deputados tomaram posse e ele foi eleito para presidi-la no biênio 2011/2012.
As normas regimentais permitem o funcionamento de até cinco CPIs ao mesmo tempo na Câmara. No entanto, Maia enviou o primeiro requerimento ao arquivo e simplesmente ignorou os outros seis - ou seja, até hoje não deu parecer favorável nem contrário a eles, independentemente do assunto que o parlamentar se propõe investigar - e mesmo com as assinaturas de apoio suficientes e confirmadas pela Secretaria Geral da Mesa.

Único pedido

Garantida pela Constituição, uma CPI precisa de um fato a ser investigado e o mínimo de 171 assinaturas para ser criada - o que não é fácil de se obter atualmente, levando-se em conta a confortável maioria de que dispõe o governo na coalizão entre PT e seus aliados.
A partir daí, determina o regimento, o presidente da Câmara tem a obrigação de mandar instalá-la. O Supremo Tribunal Federal (STF) já tem decisão reafirmando esse procedimento.
“O presidente não despacha e não cumpre o regimento. Ele está suprimindo a competência que os parlamentares têm de fiscalizar o Executivo”, reclamou o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM). O político amazonense protocolou, no dia 5 de abril, um requerimento com 194 assinaturas confirmadas, para criar um a CPI destinada a apurar irregularidades na instalação de barreiras eletrônicas de velocidade, além de eventuais direcionamentos de licitações e pagamentos de propina a agentes públicos.

Trâmites internos dão lugar a ‘filtro político’

Maia usa regimento da Câmara para impedir avanço de pedidos de informações ao TCU e propostas de fiscalização

06 de novembro de 2011 

Denise Madueño, BRASÍLIA

Em baixa. Para Miro, ‘Legislativo passou a ser coadjuvante’ - Dida Sampaio/AE-27/5/2011
Dida Sampaio/AE-27/5/2011
Em baixa. Para Miro, ‘Legislativo passou a ser coadjuvante’
O controle do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), sobre as iniciativas dos deputados não se restringe a paralisar as comissões de inquérito (CPIs). Outros instrumentos de fiscalização permitidos aos parlamentares só andam de acordo com o tempo e a conveniência de Maia.

O presidente transformou simples procedimentos burocráticos em filtros políticos ao deixar de enviar às comissões as propostas de fiscalização e controle dos deputados para apurar determinado fato ou ao segurar os pedidos de informação dirigidos ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Por questão formal, a chamada Solicitação de Informação ao TCU (SIT) passa pelo presidente antes de ser encaminhada ao tribunal, órgão auxiliar do Legislativo. Das 19 solicitações apresentadas neste ano, nove esperam a decisão da Maia. A mais antiga é de 16 de março, ou seja, está há sete meses à espera de encaminhamento do presidente. O requerimento pede informações sobre gastos dos ministros do próprio tribunal.

Segurador. “Ele (Marco Maia) segura tudo. Eu tive de ir para cima dele até que o despacho para o TCU saiu”, comentou o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM), sobre um pedido de informação ao tribunal sobre a evolução de despesas e de investimentos da Eletrobrás Amazonas de Energia que ficou parado nas mãos do presidente de abril a junho deste ano.

O mesmo acontece com as propostas de fiscalização e controle (PFC), tipo de projeto votado e decidido no âmbito das comissões. Maia, no entanto, a pretexto de numerar os pedidos como prevê o regimento, mantém o documento em suas mãos por tempo indeterminado. Ele não despachou para as comissões as duas propostas de fiscalização por possível crime de responsabilidade praticado pelo então ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, protocolados em 19 de maio pelo líder do DEM, Antonio Carlos Magalhães Neto (BA). Cinco meses depois, com Palocci demitido, Maia deu um parecer enviando-a ao arquivo.

“O Poder Legislativo deixou de ser protagonista e passou a ser coadjuvante”, analisa o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), parlamentar veterano já em seu décimo mandato. Ele considera que o esvaziamento do poder de fiscalizar da Câmara coloca sob suspeita o gestor objeto de investigação. “Passa a ideia de que a autoridade teme a apuração e, o que é pior, causa um dano irreparável à credibilidade de parlamento”, disse Miro.

Deputados de partidos governistas avaliam que a atuação de Marco Maia tem respaldo na ampla maioria do governo na Casa. Ele barra a fiscalização por saber que a força da oposição é mínima na Câmara. O deputado Chico Alencar (RJ), líder do PSOL, considera que a perda de poderes da Câmara é consequência do comportamento dos deputados e da maioria que o governo tem na Casa e que pertence ao mesmo partido da presidente da República. “Não atribuo ao Marco Maia como postura individual. É a soma da inércia do parlamento, que abre mão, sem nenhuma indignação, de suas principais prerrogativas”, avaliou.

Câmara esvaziada

Como o presidente da Câmara controla o poder de investigação da oposição e impede e fiscalização dos atos do governo

O que é: esse tipo de proposta é encaminhada às comissões pelos deputados para apurar determinado fato considerado suspeito. Cabe à presidência apenas receber a proposta, numerá-la para que a comissão vote e decida se aprova ou não a fiscalização proposta pelo parlamentar


O que tem feito Marco Maia:

link Três pedidos de fiscalização sobre a gestão de contratos de obras realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e Valec Engenharia apresentados em julho e agosto aguardam despacho de Marco Maia para as comissões até hoje

link Duas propostas propondo que a Comissão de Fiscalização e Controle e a Comissão de Turismo e Desporto executem fiscalização financeira, orçamentária e patrimonial no Ministério do Esporte sobre o programa Segundo Tempo e outros convênios ficaram parados por 40 dias. Os pedidos apresentados em 15 e 17 de março só receberam encaminhamento às comissões em 25 de abril. Atualmente, os pedidos esperam o parecer dos relatores das comissões

link Marco Maia segurou as duas propostas de fiscalização por possível crime de responsabilidade praticado pelo então ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, protocolados em 20 de maio pelo líder do DEM, Antonio Carlos Magalhães Neto (BA). Só neste mês, depois que Palocci não era mais ministro, o presidente mandou arquivar os pedidos porque não havia mais sentido em levar adiante a investigação
SOLICITAÇÃO DE INFORMAÇÃO AO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (SIT)

O que é: o deputado pode pedir informações ao Tribunal de Constas da União, que é um órgão auxiliar da Câmara, sobre diversos assuntos. Mas as solicitações precisam ser encaminhadas formalmente ao tribunal pelo presidente da Câmara


O que tem feito Marco Maia:

link Como a experiência tem mostrado, Maia só encaminha o pedido se achar conveniente e na data que quiser. Das 16 solicitações apresentadas neste ano, seis esperam por sua decisão. A mais antiga é de 16 de março. Ou seja, já está há sete meses parada, à espera de encaminhamento por parte do presidente. O requerimento pede informações sobre gastos com passagens áreas, feitos pelos ministros do próprio tribunal

domingo, 6 de novembro de 2011

Dois pesos e duas medidas - O câncer de Lula

O texto abaixo é de Rodrigo Constantino (ver apresentação no final deste post) e desmistifica a hipocrisia lançada nas redes e algumas mídias tendenciosas. Os pesos e medidas, infelizmente, são diferentes, quando se trata de campanha ou militancia. Vale a pena ler.
Celso Brasil

O câncer de Lula


Por Rodrigo Constantino

Eu dei meu apoio a esta iniciativa, que gerou forte reação de muitas pessoas, alegando que não se deve “brincar” com a saúde alheia.

Pretendo justificar minha postura com mais argumentos, até porque há gente desonesta espalhando mentiras por aí e distorcendo tudo sobre o assunto.*

Em primeiro lugar, acredito que quem sempre brincou com a saúde dos outros foi o próprio Lula, inclusive quando fez declarações absurdas como esta da “perfeição” da nossa saúde pública, ou quando disse que dava até vontade de ficar doente para ser atendido por uma UPA.

Trata-se de piada de mau gosto, um escárnio que machuca todos aqueles que dependem efetivamente do SUS.

O que a campanha intencionava, portanto, era expor esta hipocrisia, esta incoerência do maior populista que este país já teve, disposto a qualquer tipo de bravata verborrágica para ficar no poder.

Será que aqueles que se sensibilizam com a doença do ex-presidente agora estavam tão preocupados assim com os milhões de brasileiros que sofrem diariamente nas precárias condições dos hospitais públicos, muitos morrendo desnecessariamente, enquanto Lula repetia aquelas atrocidades com fins eleitoreiros?

Mas argumenta-se que doença não deveria ser uma forma de “vingança” política.

Pode ser.

E rebato aqui as acusações de que é abjeto desejar o mal a pessoas apenas porque divergimos delas ideologicamente.

Não é este o caso quando se trata de Lula.

Eu divirjo de muitas pessoas, e não as desejo mal algum.

A divergência intelectual é até saudável dentro de certos limites, e a tolerância é uma bandeira liberal que sempre abracei.

O problema não é “apenas” discordar de Lula nas idéias; o problema é o estrago concreto que o próprio Lula faz ao país e aos brasileiros, com sua demagogia e imoralidade.

Em escala diferente, creio que muitos venezuelanos não derramaram lágrima alguma com o câncer do tiranete Hugo Chávez.

Ah, mas Lula não é um ditador!

Verdade, mas não por falta de vontade e desejo, e sim porque as nossas instituições, que ele tanto ajudou a enfraquecer, não permitiram.

E aqui cabe responder também aos que afirmam, seguindo a tradição cristã, que não devemos desejar o mal de ninguém.

Odeie o pecado, mas ame o pecador!

Será que isso pode ser realmente levado a sério?

Ou será que há muita hipocrisia nesta postura “humanista”?


Podemos fazer um teste: quantos esquerdistas sensibilizados pela doença de Lula reagiriam da mesma forma se fosse Bush o doente?

Sejam sinceros, companheiros!

Ou nem precisam responder: sabemos como os petistas reagiram ao comando do “chefe de quadrilha”, que mandou agredirem até fisicamente Mário Covas, que na época tinha câncer.

Se fosse Sarney o doente hoje, haveria a mesma comoção nacional para defendê-lo das campanhas irônicas?

Dois pesos e duas medidas. Logo se vê que este “humanismo” todo não passa de jogo de cena.

Não acho que o respeito seja algo grátis nessa vida. Acredito que devemos conquistá-lo. Alguns pensam que devemos respeitar ou até amar mesmo o ser mais abjeto do planeta.

Ame o próximo como a ti mesmo.

Nunca compartilhei desta máxima. Acredito que ela agride o que há de mais básico em nossa natureza.

Penso que, ao suspender o julgamento e colocar todos no mesmo saco do respeito imerecido, estamos sendo injustos com as pessoas decentes.

Há que se separar o joio do trigo.

Isso pode não ser sinônimo de desejar o sofrimento daqueles que julgamos pessoas desprezíveis. Mas também não quer dizer que vamos nos preocupar tanto com elas. Eu não ligo para a saúde dos traficantes. Eu não ligo para a saúde de caudilhos que espalham desgraças por onde passam.

A morte costuma transformar todos em santos.

Biografias são escritas refazendo a história.

Surge uma aura de inocência concomitantemente ao cadáver.

Nunca aceitei isso.

E sei que, no fundo, ninguém aceita.

É questão apenas de grau.

Ou alguém vai falar bem de Hitler só porque ele morreu?

A doença e o sofrimento costumam despertar o mesmo tipo de reação. Mas o cancro que se espalha pelo corpo não transforma um canalha em um homem bom. Um pulha com câncer continua sendo um pulha. Pode até ser politicamente incorreto dizer isso, mas não deixa de ser verdade. O contrário é apelar para a hipocrisia.

Voltemos à doença de Lula. Eu confesso abertamente: ela está na rabeira de minhas preocupações. Não consigo sentir pena dele, ainda que me esforce.

Isso me faz alguém insensível?

Não!

Apenas seleciono quem é digno de minha preocupação.

Antes de Lula, fico bem mais preocupado com os milhões de brasileiros decentes que sofrem com os serviços públicos caóticos, a despeito dos trilhões que governantes arrecadam e desviam para fins eleitoreiros ou corruptos.

Lula, convém lembrar, representa o que há de pior em nossa política. Não satisfeito, ainda fez questão de afrontar todos os que dependem do SUS quando chamou o modelo de “quase perfeito”. Isso deveria sensibilizar as pessoas.

Não aceito ser pautado pela sensibilidade seletiva dos “humanistas” de plantão.

Posso até não celebrar a doença e o sofrimento de uma pessoa, por mais que ela possa merecer certo castigo “divino” (principalmente quando o castigo das leis humanas não existe).

Mas também não vou transformar uma doença, por mais trágica que possa ser, em um salvo-conduto para limpar a sujeira grudada em indivíduos que viveram uma vida praticando o mal contra inocentes, disseminando o ódio e segregando as pessoas para conquistar o poder.

O lulopetismo é um câncer para o Brasil. Esta “doença” me incomoda muito mais do que a doença do ex-presidente.

Claro que o ideal seria derrotar este projeto populista e autoritário de poder nas urnas, ou ter instituições decentes para punir os corruptos do governo (até hoje os mensaleiros nem sequer foram julgados!).

Mas não serei hipócrita a ponto de demonstrar uma preocupação que não consigo sentir em relação àquele que desprezo como ser humano, por representar tudo que condeno em termos de valores e princípios.

A acusação mais patética de todas, aliás, fala de preconceito contra Lula.

Preconceito contra o que?


Tem vários nordestinos ou trabalhadores humildes que subiram na vida, de forma honrosa. Não foi o caso de Lula.

Preconceito, ou melhor, pós-conceito eu tenho contra corruptos, demagogos, populistas, bajuladores de tiranos assassinos, etc.

Perto de minha casa há um indigente que não parece nada bem de saúde. Sua situação me incomoda infinitamente mais do que o câncer de Lula.

As “almas sensíveis” que saíram em defesa de Lula e contra a campanha pelo tratamento no SUS – como se isso fosse o maior castigo do mundo, ou seja, os próprios petralhas rejeitam a saúde pública que Lula considera “quase perfeita” – mas, dizia eu, as “almas sensíveis” sofrem pelo indigente?


Ou só o ex-presidente merece tantas orações?

Eu considero legítimo usar a doença de Lula para expor sua hipocrisia desrespeitosa aos milhões de brasileiros que, de fato, precisam se tratar no SUS, pois não são ricos como o milionário Lula, que busca tratamento no melhor hospital do país, enquanto ainda ousa falar em nome de todos os trabalhadores pobres brasileiros, como se fosse um deles.

Chega de tanta hipocrisia!


* O Relatório Reservado, um “newsletter” de fofocas empresariais, publicou um comentário venenoso sobre mim, com o título “Ave agourenta”.

Diz ele: “Tomara que o Facebook não forme opinião. O colunista de O Globo Rodrigo Constantino postou ontem com vigor homicida comentário do qual não só comparava Lula a Hitler como torcia pela morte do ex-presidente. Depois reclamam que o PT quer censurar a imprensa...”.

Quantas falácias.

Usei Hitler apenas para mostrar que há claros limites para nosso “humanismo”, ou seja, não desejamos a boa saúde de todos os seres humanos, ao contrário do que alguns disseram.

E jamais torci pela morte do ex-presidente.



Disse apenas que ele deveria ser coerente e buscar tratamento no SUS.

O autor do comentário deve achar que isso é suicídio, mas deveria reclamar com o próprio Lula, que pensa o contrário.

Do alto de sua perfídia, o autor ainda usa meu comentário no Facebook como justificativa para o PT defender a censura da imprensa.

Também, esperar o que de um jornaleco que diz, cheio de orgulho, que “Seu número zero foi uma carta da indústria nacional contra o perigo das importações, o que já apontava para sua posição editorial de viés nacionalista”?

É dureza...
Rodrigo Constantino é formado em Economia pela PUC-RJ, e tem MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha no setor financeiro desde 1997. É colunista da revista Voto, do caderno Eu&Investimentos do jornal Valor Econômico, do jornal O Globo e do site ordemlivre.org. Ele também é membro-fundador do Instituto Millenium e diretor do Instituto Liberal.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Os Generais Presidentes

Uma diferença que comprova o dito:
Contra fatos não há argumentos.


OS GENERAIS PRESIDENTES... COMPARAÇÕES

JORNALISTA CARLOS CHAGAS
   
"Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos difíceis. Claro que no reverso da medalha foi promovida ampla modernização de nossas estruturas materiais. Fica para o historiador do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos."

Mas uma evidência salta aos olhos.

Quando Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e umas poucas ações de empresas públicas e privadas.

Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras, deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em construção, em Copacabana.

Garrastazu Médici dispunha, como herança de família, de uma fazenda de gado em Bagé, mas quando adoeceu, precisou ser tratado no Hospital da Aeronáutica, no Galeão.

Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.

João Figueiredo, depois de deixar o poder, não aguentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado lamentável de conservação.

Não é nada, não é nada, mas os cinco generais-presidentes cometeram erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus governos. Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente remuneradas.
Bem diferente dos tempos atuais, não é?



Por exemplo o Lulinha filho do Lula era até pouco tempo atrás funcionário do Butantã/SP, com um salário (já na peixada politica) de R$ 1200,00 e hoje é proprietário de uma fazenda em Araraquara, adquirida por 47 milhões de reais, e detalhe, comprada a vista!
Centenas de outros politicos, também trilharam e trilham o mesmo caminho.
Se fosse aberto um processo generalizado de avaliação dos bens de todos politicos, garanto que 95% não passariam, ié, seria comprovado destes o enriquecimento ilícito. Como diria Boris Casoy: "Isto é uma vergonha" e pior, ninguém faz nada."

Aquele regime era Ditadura. E este agora, podemos chamar de Democracia ?

<= Essa união
      seria a
      solução?

Milhões de brasileiros 
já pensam assim! 


Leia também: A fortuna de Lula...

FARCs implantam bases em toda a América Latina

As articulações no Brasil foram cuidadosamente patrocinadas por aqueles que implantaram a corrupção generalizada no país.
Já existem exercícios na tríplice fronteira onde o sul do Paraná dá lugar a estes preparativos. O narcotráfico ocupa um papel de grande relevância, já que é a base financeira, superando a corrupção política que, nos últimos nove anos, levaram mais de 9 Bilhões, somente no Brasil.
Logo teremos uma "América Latrina".
Celso Brasil


Video esclarecedor no final deste post

segunda-feira, 19 de setembro de 2011
Fonte: http://esta-acontecendo.blogspot.com

Terror iraniano abre base ostensiva em Cuba

 Três membros do grupo terrorista Hezbollah, lançado pelo Irã contra o Ocidente, abriram uma base oficial do movimento em Havana, informou o “Corriere della Sera”.

O grupo saiu do México e prepara a chegada de um contingente mais importante de agentes do terror iraniano. O primeiro contaria com 23 membros especializados em atividades clandestinas.

É bem fundada a suspeita de que o Hezbollah age na América Latina, na tríplice fronteira Brasil-Argentina-Paraguai e em cidades fronteiriças da Venezuela e Colômbia.

Devastadores atentados em Buenos Aires foram, ao que tudo indica, praticados por terroristas do mesmo Hezbollah.

Encontros para troca de informações, treinamentos e articulação entre terroristas de diversos grupos foram patrocinados por Hugo Chávez em território venezuelano.

Até agora essas missões eram cumpridas sigilosamente. Uma instalação ostensiva em Cuba suscitaria reações americanas muito graves.

Mas, ao que tudo indica, agora os comandantes do terrorismo iraniano sentem que pouco há que temer do presidente Obama e que eles podem insolentemente se instalar na ilha sem medo a maiores conseqüências.

Para o jornal italiano, numa primeira fase, o Hezbollah visa recrutar informadores e fazer alianças com os narcotraficantes.

Também poderá se infiltrar nas redes de imigração clandestina rumo aos EUA e planejar vinganças na América do Sul contra inimigos de seus “amigos” populistas de esquerda.

Para o jornal italiano, tudo isto pode se tornar facilmente realidade, considerando-se as medidas de segurança bastante relativas no continente, as fronteiras porosas e o crime organizado equipado com armas e explosivos que os iranianos também utilizam.

Assim poderão “atacar e desaparecer”. As exaustas esquerdas latino-americanas receberão um reforço até agora inesperado das amizades cultivadas em longos anos de diplomacia pró-árabe.